quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Mas afinal, o que é o Midori?

A imprensa generalista, quando fala sobre tecnologia, geralmente fá-lo de forma desastrada (veja-se o que sucedeu com a cobertura do Magalhães...). Na semana passada, foi o Midori, o supostamente substituto do Windows (tipo..., em 2058!).

A TSF ligou-me por causa do assunto (expliquei que não valia a pena falar sobre o Midori pois, de facto, tratava-se de uma não-notícia) e, de uma maneira geral, toda a gente resolveu pegar no assunto.

Nos jornais, o único que soube do que estava a falar e procurou explicar o que se passava, foi o Pedro Fonseca, no DN. Da mesma forma que já o havia feito sobre o Magalhães, ao entrevistar o Craig Barret, na semana anterior.

Para quem quer saber a raiz de tudo, o melhor é visitar o blog de Mary-Jo Foley, que falou de tudo isto.... no final de Junho! Está tudo aqui.

P.S.: Querem algo baseado na Internet (na nuvem, como agora é moda dizer-se) e que está bem mais perto de ser realidade? Espreitem aqui.

Sem comentários: