terça-feira, 19 de maio de 2009

Windows Live Hotmail revisitado

Ando para blogar sobre isto há algum tempo e calhou agora. Para quem anda distraído, o Windows Live Hotmail merece ser revisitado.

Depois de ter sido praticamente cilindrado pelo Gmail, nos últimos meses a Microsoft tem melhorado imenso o Hotmail. A primeira coisa que notei foi que o filtro anti-spam – finalmente! – funciona.

Os problemas do Hotmail com o spam eram tais que bastava criar uma conta nova, não fazer nada (tipo, não dar o endereço a ninguém) e voltar lá uma semana depois para descobrirmos que a Inbox estava cheia de porcaria. Agora, o problema praticamente desapareceu e já tenho o mesmo nível de spam que no Gmail, isto é, muito pouco e a maioria é colocado directamente na pasta de Spam (Correio electrónico não solicitado).

Esta é, para muita gente, razão suficiente para voltar a olhar seriamente para o Hotmail, mas há duas outras boas razões: armazenamento ilimitado (ou quase) e acesso via POP3.

Até ao final de 2008, muitos dos serviços interessantes (que o Gmail já oferecia… de borla) do Hotmail estavam apenas no Hotmail Plus, um serviço pago. Contudo, nos últimos meses dois destes principais serviços tornaram-se acessíveis a todos. Refiro-me ao acesso através de POP3 e ao armazenamento que foi sucessivamente aumentado de 2 MB (!) para 2 GB, depois para 5 GB e, agora, para um valor quase sem limites. De acordo com a explicação da Microsoft, isso significa o seguinte:

Armazenamento quase ilimitado. 5 GB de armazenamento que aumentam automaticamente conforme necessário. Pressupõe um ritmo de crescimento razoável.

Quanto ao acesso POP3, permite que a caixa de correio do Hotmail seja configurada a partir de qualquer cliente de email, como o Outlook 2003/2007. É verdade que já tínhamos quase isto porque é possível configurar uma conta Hotmail com o Windows Live Mail (o programa que faz parte do pacote de aplicações Windows Live – não confundir com o serviço online) e o mesmo acontecia com o Outlook desde que se instalasse o plug-in Outlook Connector.

Mas tudo isso eram formas de ultrapassar a limitação que era o facto de o Hotmail não suportar de facto configurações directas via POP3. Até agora, isto só era oferecido pelo Hotmail Plus (pago), enquanto estava disponível desde há muito (sempre?) no Gmail, embora não pré-activado (é preciso activar esta opção na configuração do serviço). Quanto ao Yahoo! Mail, o POP3 continua a ser uma opção paga, tal como era anteriormente no Hotmail.

As instruções para configuração de uma conta Hotmail via POP3 estão aqui.

Outras melhorias, pressionadas pela oferta gratuita do Gmail, incluem a possibilidade de criar e partilhar calendários, até agora também uma opção paga, e há bónus na calha para quem tenha conta no Windows Live Messenger (que são apenas 100% das pessoas que eu conheço), que é a integração directa deste serviço de mensagens instantâneas com o Hotmail.

Entretanto, para quem precise, há um serviço pouco conhecido do Messenger via Web fornecido pela Microsoft em MSN Webmessenger.

Sem comentários: