terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Microsoft retoma campanha Sacar o Upgrade com o Windows 7

A Microsoft Portugal vai retomar a campanha promocional Sacar Upgrade, que possibilita o acesso ao Windows 7 a um preço da ordem dos 30 euros. O site estará disponível a 9 de Dezembro de 2009, a partir das 9H00. A campanha decorre até 30 de Junho de 2010.

De acordo com as condições da campanha, os alunos e professores do ensino básico, secundário e superior, e também os beneficiários do Programa Novas Oportunidades e e-Escola podem aceder a condições especiais do upgrade para o Windows 7 Ultimate, na versão portuguesa, a um preço recomendado de 31,27 euros, IVA incluído (este é o valor recomendado pela Microsoft, mas pode até acontecer que seja inferior, dependendo do parceiro). A este valor, acrescem os custos do serviço e os portes de envio definidos por cada Parceiro do programa.

Segundo a Microsoft,

esta campanha, inicialmente anunciada no dia 2 de Novembro com a oferta da versão de Upgrade do Windows 7 Professional, foi suspensa 48h depois por motivos operacionais, em virtude de ter sido detectado que algumas configurações específicas dos computadores distribuídos ao abrigo do Programa e-Escola iriam obrigar os utilizadores a um processo penoso de actualização, que exigiria conhecimentos técnicos superiores ao normal num utilizador padrão.

Apesar de ter sido tecnicamente possível à Microsoft Portugal manter a promoção com as condições anunciadas, a empresa optou por suspender a campanha e encetar as acções necessárias para que o processo de actualização fosse simples e fácil ao universo total dos utilizadores a que a campanha se destina.

Inicialmente, quando foi anunciada, a campanha contemplava a versão Professional do Windows 7 e não a Ultimate. Note-se também que apesar da ênfase da campanha ser na actualização do Windows Vista para o Windows 7, a licença permite igualmente a actualização – legal - a partir de Windows XP. No entanto, neste último caso, o utilizador terá de fazer uma instalação de raiz no seu PC.

Sem comentários: