sexta-feira, 15 de abril de 2011

CloudBerry Backup e Amazon S3

Depois de ter entrado definitivamente na era dos cloud services com o Microsoft BPOS e feito a actualização para o SBS 2011 Essentials, restava uma peça do puzzle por resolver: o backup.

E não, não me refiro ao disco externo local que uso para fazer backup ao servidor – que de pouco servirá no caso de me roubarem o escritório e/ou de haver um problema grave, como um incêndio.

A escolha recaiu num programa e num serviço. O primeiro é o CloudBerry Online Backup numa edição em formato add-in para o SBS 2011 Essentials; o segundo é o Amazon Simple Storage Service (Amazon S3).
Claro que antes de instalar o add-in deve-se primeiro criar a conta na Amazon S3, mas o próprio wizard do CloudBerry leva-nos lá no momento certo. O processo todo, incluindo a instalação do add-in e da criação da conta, não leva mais do que 15 minutos.

Depois é uma questão de seleccionarmos o que pretendemos salvaguardar no backup, agendar o backup automático e já está. A paz de espírito segue dentro de momentos...

Existem neste momento bastantes serviços de backup online, que se tornaram viáveis com o acesso a banda larga abundante e a preço acessível. Normalmente, serviço e aplicação são fornecidos pela mesma empresa. Mas andei à procura de várias soluções e não encontrei nenhuma tão barata e que desse tantas garantias de fiabilidade (crucial quando falamos de backups) como esta.

Além disso, só temos de pagar uma vez pelo CloudBerry (custa 60 dólares, ou pouco mais de 40 euros, nesta versão); a conta mensal é apresentada pela Amazon. Acontece que o preço é muito bom, variando de acordo com a zona do mundo que vamos usar (no caso europeu, a Irlanda) e se pretendemos ou não usar uma variação do serviço com menor redundância. Melhor ainda, os primeiros 5 GB de armazenamento são por conta da casa, o que significa que se pode perfeitamente testar o serviço sem custos.

O teste sem custos também engloba o CloudBerry Online Backup, uma vez que existe uma versão de avaliação 100% funcional que dura 15 dias.

O add-in pode ser usado para ligação a outros serviços online, como Microsoft Azure, Mezeo, Dunkel e Walrus e até para unidades de rede local. Mas depois de averiguar tecnologias, preços e facilidade de utilização, tenho poucas dúvidas em considerar que a solução da CloudBerry associada ao serviço Amazon S3 é uma conjugação vencedora. Altamente recomendado.

Sem comentários: