sábado, 3 de setembro de 2011

Como tirar partido do SkyDrive

Com todas as atenções centradas na Apple e na Google, a Microsoft tem cada vez mais dificuldade em chamar a atenção para muito do que vai calmamente fazendo e disponibilizando aos utilizadores - em muitos casos até de forma gratuita. É o caso da actual geração de ferramentas e funcionalidades da família Windows Live, que integra o Messenger (ex-MSN Messenger, actualmente apelidado de Windows live Messenger), o Hotmail e uma das minhas preferidas: o SkyDrive. Qualquer pessoa com uma conta no Hotmail tem já disponível o SkyDrive, bastando para tal aceder com o seu Windows Live ID a partir de http://skydrive.live.com.

Com o SkyDrive, a Microsoft oferece aquele que é, tanto quanto sei e à data da criação deste post, a maior capacidade de armazenamento gratuita online: 25 GB. E uma vez que pode ter tantas contas Live ID quantas quiser, pode ir multiplicando esse número facilmente.

O SkyDrive - literalmente, uma unidade de armazenamento "no céu" - permite-lhe armazenar documentos e fotos e, caso o pretenda, partilhar pastas e ficheiros com terceiros. Isto abre inúmeras possibilidades, desde a criação de galerias de fotografias para mostrar a amigos e familiares, até áreas de trabalho em grupo para partilha de documentos.

Melhor ainda, o armazenamento na SkyDrive pode ser usado directamente para gravar documentos a partir das aplicações do Office 2010, nomeadamente Word, Excel, PowerPoint e OneNote. E, para quem não possua o Office instalado no seu PC, é possível recorrer a versões online simplificadas dessas aplicações para abrir e editar ficheiros, que têm a vantagem sobre o Google Docs de oferecer uma interface familiar a quem está habituado a trabalhar com os programas da Microsoft.

Backups no SkyDrive

A Microsoft criou o SkyDrive sobretudo para oferecer funcionalidades de partilha online de documentos e fotos, mas é difícil não afiarmos o dente a este verdadeiro disco virtual de 25 GB que temos aqui gratuitamente à nossa disposição. Que tal usarmo-lo para backup? E/ou para sincronizar pastas de ficheiros? Ou simplesmente mapeado no nosso desktop?

Estas são aplicações práticas que (ainda) não podem ser feitas directamente, mas para as quais existem aplicações, pagas e gratuitas, que nos permitem alargar o âmbito da utilização do SkyDrive. Sugiro aqui três delas, todas com versões gratuitas de funcionalidades básicas e versão pagas mais funcionais. No entanto, para uma utilização pessoal, qualquer uma das versões gratuitas destes programas serve perfeitamente.

SDExplorer
O SDExplorer (anteriormente conhecido por SkyDrive Explorer, nome que provavalmente a Microsoft terá forçado a empresa a deixar de usar...) é a mais simples das três aplicações que sugiro. A idea é simples: criar um atalho no Meu Computador do Windows para usar o SkyDrive através do Windows Explorer, como se de um recurso local se trate. A versão paga do SDExplorer até permite ultrapassar uma das limitações do SkyDrive, que é de realizar uploads de ficheiros com dimensão superior a 100 MB. Esta aplicação é excelente para uma utilização directa, mas não funciona muito bem caso pretendamos usar o SkyDrive para realizar cópias de segurança através de um programa de backup, por exemplo.


Gladinet Cloud Desktop
O Gladinet Cloud Desktop é um programa que permite usar o SkyDrive como forma de sincronizar pastas locais/online bem como criar backups. O programa tem dois componentes principais - o mapeamento de uma unidade de rede no Windows para uma pasta no SkyDrive e um programa de sincronismo/backup. A vantagem é que podemos usar só a capacidade de mapeamento local dos recursos online, uma vez que isso nos abre a possibilidade de utilização de muitos outros programas, nomeadamente software de backup gratuito e com muito mais capacidades do que a versão gratuita do Gladinet, caso do SyncBack, por exemplo.

Goodsync
O Goodsync é o programa que estou a usar para realizar o backup para o SkyDrive da minha colecção de fotografias de família, um acervo de milhares de imagens com cerca de 15 GB e do qual possuo um backup local - em Windows Home Server 2011 - mas que nunca é de mais proteger num recurso remoto. O programa tem a vantagem de ser muito simples de configurar, não requerendo sequer o mapeamento prévio do SkyDrive: basta escolher o Windows Live ID e password respectivas e o programa faz o resto. Se a sua ideia é sincronizar dois directórios (um local e outro online) usando para isso o SkyDrive, o Goodsync é uma excelente solução.

Windows Live Mesh
Já falei várias vezes no Windows Live Mesh, que faz parte do pacote Live Essentials. Para quem pretende sincronizar pastas e directórios automaticamente, e até fazê-lo mantendo o sincronismo entre vários computadores e dispositivos, este é um serviço excelente e extremamente fácil de configurar, não requerendo qualquer software adicional além do Live Mesh propriamente dito. No entanto, tem uma limitação importante face ao SkyDrive, que é o facto de oferecer apenas 5 GB de armazenamento... sem possibilidades (pelo menos para já) de comprar armazenamento adicional nem de usar o que já temos no SkyDrive.








Sem comentários: