segunda-feira, 11 de agosto de 2008

The Mojave Experiment

Ora vamos lá dar o tom a este blog, para que não restem dúvidas sobre qual dos lados da barricada é o meu... :-)

Uma das coisas que mais me divertiu nas últimas semanas (além das confusões da imprensa portuguesa sobre o Magalhães) foi The Mojave Experiment.

Para os que (ainda) não sabem, trata-se de uma iniciativa de marketing da Microsoft que parte do pressuposto de que a maioria das pessoas que dizem não gostar do Windows Vista é porque nunca o experimentaram – o que dizem é baseado no que "ouviram dizer" e não em experiência própria.

Não vale a pena dizer muito mais sobre esta "experiência", porque ela fala por si. Contudo, o que vale a pena é discorrer um pouco sobre o impacto que ela está a ter sobre os suspeitos do costume, ou seja, a brigada do Linux e os seguidores do culto Apple.

Aparentemente, trata-se das mesmas pessoas que acharam imensa piada aos anúncios da I'm a Mac/I'm a PC, da Apple, relativamente aos quais nunguém se preocupou com a) serem anúncios e, como tal, não terem de dizer a verdade e; b) não dizerem a verdade, mas sim insistirem nos estereótipos habituais sobre o PC/Windows.

Ora estes rapazes (e algumas raparigas, certamente), alegam sobre The Mojave Experiment (em que pessoas normais - ao contrário dos actores dos anúncios da Apple - são confrontadas com uma nova versão do Windows, como nome de código Mojave, para descobrirem, no final, que se trata do Windows Vista) é que nada daquilo é verdade, que as pessoas foram foi guiadas por outras que estavam a usar o sistema operativo, que a Microsoft é muito má, que Bill Gates é o diabo na Terra, e que buáaaaa, sniff, sniff, quem me tira o meu Mac tão lindo tira-me tudo e o Linux é o melhor e etc. e tal.

Para este pessoal, tenho a dizer uma coisa MUITO d-e-v-a-g-a-r-i-n-h-o: isto é uma iniciativa de marketing! Por outras palavras, cresçam e deixam em paz os 90% dos utilizadores de PCs que usam Windows em todo o mundo.

E, para quem gosta de anúncios, tenho um para a troca (que não foi pago pela Apple nem pela Microsoft):

Sem comentários: