quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Magic Desktop: o Magalhães para todos

Uma das particularidades do portátil Magalhães e que faz com que seja mais português do que muitos gostam de o pintar* (não há nada como um portugês para dizer mal do que é português... – aquilo que noutro país qualquer seria motivo de orgulho nacional, por cá é um desporto de maldicência) é uma interface gráfica chamada Magic Desktop e que corre sobre o Windows XP (mas não sobre o Linux).

É o Magic Desktop que implementa os controlos parentais, incluindo o acesso à Internet, e impede que se corram aplicações que não as autorizadas. Mas também oferece valor acrescentado mais evidente para as crianças, como programas de desenho e de pintura, por exemplo.

Ora o Magic Desktop pode ser comprado livremente, podendo assim transformar qualquer PC numa máquina mais adequada a uma utilização pelos mais novos. Existem três versões, consoante o nível de funcionalidade oferecido, mas os controlos parentais são os mesmos em todas elas.

Os preços oscilam entre os 30 e os 50 euros e a compra pode ser feita online, no site do fabricante.

___________

* Para os que já se esqueceram (ou nunca souberam), um computador - que funcione! - é constituído pelo hardware e pelo software. E, no caso do Magalhães, o software incluído é um pacote único que foi pensado para a utilização em Portugal e por crianças portuguesas. O que contribui para o carácter "português" do Magalhães.

Sem comentários: